Artigos

BPO na era do Cloud Computing

Por Helton Patrício, gerente de projetos da Sonda IT

O conceito de computação em nuvem (em inglês, cloud computing) refere-se à utilização da capacidade de armazenamento e processamento de computadores e servidores compartilhados e interligados por meio da Internet.

O serviço deve oferecer a possibilidade de acesso aos dados, de qualquer lugar do mundo, a qualquer hora, não havendo necessidade de instalação de programas ou de armazenar dados localmente. O acesso a programas, serviços e arquivos é remoto, através da Internet, daí a alusão à nuvem.  Esse modelo de ambiente é mais viável do que o uso de unidades físicas que exigem manutenção e investimento constante em atualizações de hardware e software.

Já o Business Process Outsourcing (BPO) é a terceirização de processos de negócios de uma companhia, que normalmente não faz parte de seu core business e, por isso, a transfere para um terceiro especializado na atividade.

A excelência da terceirização completar-se-á unindo ambos, promovendo a concentração dos esforços da empresa no próprio negócio e consequentemente reduzindo os custos.

A terceirização de áreas operacionais não é novidade, os embriões foram as áreas de manutenção, limpeza e segurança e o grande sucesso alcançado serviu de inspiração para a ramificação desse tipo de demanda para diversas áreas, que logo atingiu o setor de TI das grandes corporações. Há alguns anos, em TI, nasceu o Cloud Computing e, agora, amadurecendo o modelo, oferece a inovação, tornando-se possível terceirizar toda a infraestrutura física em um modelo inovador, o qual procura atender cada cliente de maneira a se adequar a determinada característica especifica, englobando hardware e software e suas devidas atualizações.

Acompanhando o desenvolvimento tecnológico mundial, as empresas de TI vêm investindo nos últimos anos nesse conceito através de ofertas de BPO-Fiscal  com o apoio da área de desenvolvimento de sistemas fiscais para aprimorar o atendimento da legislação fiscal brasileira, oferecendo facilidades com prazos e custos reconhecidos pelo setor.

Com dados validados e armazenado na nuvem é possível evitar gastos com estrutura de arquivamento, além de promover segurança, modernidade e expertise contábil em tempo real.

O BPO-Fiscal e a computação em nuvem são praticados com o uso de ferramentas que permitem a transferência de arquivos entre o cliente e a área de operação de BPO de forma prática, rápida e segura. Há também a validação de arquivos magnéticos que, utilizando o navegador de internet, permitem garantir a integridade das informações antes da efetiva entrega dos mesmos ao Fisco, evitando assim notificações futuras.

mais recentes · mais antigos

® 2007-2011 TIBAHIA.COM - O portal de tecnologia da Bahia. Todos os Direitos Reservados.