Negócios

E-commerce de impressoras quer faturar R$ 13 milhões em 2015

ImpressorAjato.com fechou parceria com japoneses e cresceu 35% no ano passado

Salvador, 11/02/2015 - O e-commerce ImpressorAjato.com, loja virtual que oferece soluções em cópia e impressão, fechou 2014 com 35% de crescimento, acima da média do mercado, que foi de 28%. Colaboraram com esse resultado positivo a alta na demanda por scanners no Brasil – devido ao aumento da necessidade de digitalizar documentos, especialmente no âmbito jurídico - e as parcerias firmadas com as empresas japonesas Epson e Fujitsu, especializadas em máquinas de alto rendimento.

Em dezembro do ano passado - mês tradicionalmente complicado para o setor - o e-commerce registrou aumento de 75% em suas vendas. O pagamento dos pedidos em boleto da Black Friday 2014, que aconteceu em novembro, influenciou esse número. “Também fizemos ações específicas para pessoas físicas, que não são nosso nicho. Ficamos tão contentes com o resultado, que intensificaremos o trabalho com esse público”, afirma Marcel Schmidt, diretor da empresa.

Sobre o bom ano da empresa, o fundador comenta: “Um dos motivos é estarmos em um setor com pouca penetração online, que tem muito ainda a ser explorado”. O empresário também aponta a política de entrega da loja como um diferencial: os produtos do ImpressorAjato.com chegam ao comprador em até 24 horas nas capitais do sudeste e Curitiba, para pedidos feitos até às 12h. Outras localidades são atendidas em, no máximo, quatro dias. “Para aperfeiçoarmos a logística, inauguramos em 2014 um novo centro de distribuição, no Espírito Santo”, conta Schmidt.

Mesmo com o cenário desafiador da economia brasileira em 2015 – a alta do dólar afeta os preços de impressoras e scanners – o ImpressorAjato.com continua com uma meta agressiva. A empresa quer se tornar uma das maiores revendas da Fujitsu no país, fechar um novo contrato com fornecedores de scanners e ampliar a parceria com a marca Epson. Com isso, a companhia pretende aumentar seu faturamento em 30% - contra os 20% previstos pela E-bit para o e-commerce este ano -, chegando aos R$ 13 milhões.

mais recentes · mais antigos

® 2007-2011 TIBAHIA.COM - O portal de tecnologia da Bahia. Todos os Direitos Reservados.