Negócios

Pesquisadores baianos estão no TOP 10 nacional no quesito produção intelectual

Salvador, 05/09/2018 - Dois pesquisadores baianos do Centro de Projetos Fraunhofer, instituição ligada à Universidade Federal da Bahia (UFBA), estão integrando o TOP 10 nacional no quesito produção intelectual de impacto. Trata-se de uma iniciativa do CSindexBR - Índice Brasileiro de Ciência da Computação, sistema que cataloga os artigos publicados por estudiosos, em diversas subáreas do segmento, a exemplo da Engenharia de Software. 

De acordo com os pesquisadores baianos selecionados, Eduardo Almeida e Tassio Vale, esse levantamento reúne trabalhos publicados por professores brasileiros em revistas especializadas e congressos, nos últimos cinco anos (2013–2018). Ainda segundo eles, dentre os profissionais do catálogo, encontram-se candidatos a cursos de pós-graduação, seja de mestrado ou doutorado. 

“Estamos muito felizes por estarmos compondo esse ranking nacional. Não é somente uma conquista no campo pessoal, mas, sem dúvidas, por levarmos a Bahia para o mundo. Isso significa que o nosso Estado também é um celeiro de bons pesquisadores, sobretudo na área tecnológica”, revelam Eduardo e Tassio.

Baixe o App TI Bahia para Android: http://bit.ly/2PIjgBn ou iOS: https://apple.co/2PM44Tt

 

Sobre o Centro de Projetos Fruanhofer-UFBA

Situado no Parque Tecnológico da Bahia, o Centro de Projetos Fraunhofer-UFBA é uma instituição de projetos com a missão de fomentar a economia e melhorar a sociedade, através do desenvolvimento de programas de software, aliando conhecimento produzido na academia às necessidades práticas da indústria e vida urbana. Em Salvador, o Centro existe desde março de 2012, graças a uma parceria entre o Governo do Estado da Bahia, através da sua Secretaria de Ciência, Tecnologia e Informação (SECTI), a UFBA e o Instituto Fraunhofer de Engenharia de Software Experimental (IESE), da Alemanha.

mais recentes · mais antigos

® 2007-2011 TIBAHIA.COM - O portal de tecnologia da Bahia. Todos os Direitos Reservados.