Negócios

Huawei investirá 35 milhões de euros no Paris OpenLab

Salvador, 10/06/2019 - Em 5 anos, a Huawei investirá 35 milhões de euros em seu Paris OpenLab, inaugurado em abril de 2018. Durante a conferência anual de tecnologia VivaTech, realizada no mês de maio, em Paris, o vice-presidente da Huawei, Ken Hu, disse que o investimento é fruto da confiança de que a França está no caminho para se tornar um centro de inovação global.

Foto: Ken Hu, vice-presidente da Huawei, participa do VivaTech, na França

Em um discurso intitulado "Nossa ambição compartilhada", Hu comentou sobre como as tecnologias digitais convergentes estão trazendo mudanças revolucionárias e destacou a colaboração entre setores como a única maneira de aproveitar as oportunidades que surgem. É por esse motivo que a Huawei trabalhará em conjunto com clientes e parceiros a fim de construir um ecossistema digital mais forte no país.

"Este é o melhor momento para a inovação", disse Hu. "Aqui na França, você tem pesquisa básica líder mundial, muitas pessoas talentosas e um ambiente favorável à inovação. A França está em uma ótima posição para ser um centro global de inovação. A Huawei está aqui há 17 anos e temos muito orgulho de fazer parte dessa história", completou.

Tecnologias como 5G, nuvem e Inteligência Artificial são os principais impulsionadores da inovação, acelerando a transformação digital em todos os setores. Até 2025, estima-se que haverá 100 bilhões de conexões em todo o mundo, todas as empresas usarão a nuvem e 77% das aplicações em nuvem serão alimentadas por IA. "Quando essas tecnologias forem combinadas, mudanças fundamentais acontecerão em todas as indústrias. Essas tecnologias também irão remodelar tudo o que estamos familiarizados hoje", explicou Ken Hu.

Ainda de acordo com Hu, “os smartphones irão remodelar nossa experiência digital pessoal. Como centros de computação pessoal, os smartphones se integrarão mais naturalmente a dispositivos como tablets, PCs, TVs e carros para formar um ecossistema mais centrado no usuário, o que proporcionará uma experiência digital contínua e intuitiva”.

Para a Huawei, os carros inteligentes se tornarão supercomputadores e data centers móveis, em vez de apenas um meio de transporte. Cada carro terá dezenas de milhões de linhas de código e terabytes de capacidade de computação. Software, hardware e aplicativos em carros poderão ser atualizados a qualquer momento, em qualquer lugar. Os fabricantes de automóveis devem considerar como atender a essas necessidades em evolução e criar valores para seus clientes. "Não importa se você é uma startup ou uma empresa estabelecida, você precisa descobrir como maximizar o potencial das tecnologias digitais e aproveitar a oportunidade para inovar", acrescentou Hu.

Sobre o Paris OpenLab

A Huawei abriu seu Paris OpenLab em abril de 2018, fornecendo uma plataforma para especialistas de diferentes setores para identificar suas necessidades futuras em transformação digital e para desenvolver soluções específicas do setor. Em apenas um ano, 50 parceiros trabalharam em 15 soluções do setor que abrangem varejo, manufatura e cidades inteligentes. Nos próximos cinco anos, o investimento de 35 milhões de euros da Huawei em seu OpenLab na França tornará a plataforma mais forte para a colaboração entre setores.

mais recentes · mais antigos

® 2007-2011 TIBAHIA.COM - O portal de tecnologia da Bahia. Todos os Direitos Reservados.