Fabricantes

Microsoft aumenta a taxa de carbono e anuncia o compromisso de dobrar a sustentabilidade

Salvador, 16q04/2019 - Na segunda-feira, Brad Smith, presidente da Microsoft, compartilhou a visão da empresa de uma sustentabilidade dobrada, com uma estratégia que colocará a sustentabilidade no centro de cada parte dos negócios e das tecnologias para trabalhar com resultados sustentáveis.

"A magnitude e a velocidade das mudanças ambientais globais deixam cada vez mais claro que devemos agir mais, e hoje a Microsoft está tomando medidas para fazer exatamente isso", disse Smith. "Estamos tomando medidas para colocar nossa própria casa em ordem, enquanto abordamos cada vez mais os desafios da sustentabilidade em todo o mundo com a participação dos nossos ativos mais poderosos como empresa - nossos funcionários e nossas tecnologias".

Liderando este compromisso está um aumento substancial da taxa interna de carbono da empresa para $ 15 por tonelada métrica em todas as emissões de carbono. O imposto interno da Microsoft foi estabelecido há sete anos para responsabilizar financeiramente todas as divisões da empresa pela redução das emissões de carbono. Os fundos desta taxa aumentada manterão a neutralidade da Microsoft em relação ao carbono e ajudarão a empresa a adotar uma abordagem tecnológica de ponta que colocará a sustentabilidade no centro de cada parte dos seus negócios.

Outros compromissos importantes são:

•  Construir câmpus e centros de dados sustentáveis, incluindo um câmpus "carbono zero" em Puget Sound e inovar para reduzir o carbono em câmpus ao redor do mundo.

•  Acelerar pesquisas através da ciência de dados em seu programa de IA para a Terra com novos conjuntos de dados e APIs de código aberto para aplicações ambientais.

•  Parcerias com clientes atuais e novos para guiar transformações sustentáveis com nuvens, dispositivos e soluções de baixo carbono.

•  Defender mudanças na política ambiental, incluindo a adesão ao Carbon Leadership Council (Conselho de Liderança do Carbono) para apoiar um preço nacional para o carbono.

Além disso, a Microsoft anunciou com a PricewaterhouseCoopers UK (PwC UK) uma pesquisa nova que mostra o potencial da IA para possibili tar o crescimento econômico ao mesmo tempo em que as emissões de gases de efeito estufa são reduzidas. Analisando quatro setores-chave, agricultura, energia, água e transporte, o relatório conclui que os avanços possibilitados pela IA podem produzir um aumento de até 4,4% do PIB mundial e 4% de redução das emissões mundiais dos gases de efeito estufa, criando até 38 milhões de novos empregos no mundo inteiro.

O anúncio baseia-se em mais de uma década de trabalho estudando esta questão, incluindo a redução das emissões de carbono e a compra de mais de 1,5 GW de energia renovável, bem como a parceria com clientes para guiar a transformação sustentável e um compromisso de $ 50 milhões em IA para a Terra.

mais recentes · mais antigos

® 2007-2011 TIBAHIA.COM - O portal de tecnologia da Bahia. Todos os Direitos Reservados.