Guia de Software e Serviços

Prosoft apresenta nova versão do software Analisador Fiscal para atender às mudanças no sistema contábil brasileiro

Com a implementação do Sped – Sistema Público de Escrituração Digital – o software da Prosoft ganhou recursos específicos para atender a demanda atual

São Paulo, 17 de Janeiro de 2012 - A Prosoft Tecnologia, uma das principais desenvolvedoras de software para o segmento Contábil no Brasil e pioneira na integração entre sistemas contábeis e gerenciais, está apresentando sua nova versão da solução Analisador Fiscal e também anuncia uma readequação do patamar seus produtos. Tudo isso, para atender às demandas recentes criadas pelas mudanças no sistema tributário brasileiro em função do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED).

Com mais recursos, o novo Analisador Fiscal é capaz de auditar milhares de notas fiscais e registros por centenas de análises, em apenas alguns segundos. Dessa forma, os dados são posteriormente inseridos com segurança nos sistemas fiscais e contábeis. Segundo o presidente da Prosoft, Carlos Meni, os empresários contábeis usuários da solução já não visualizam suas operações sem ferramentas e recursos desta natureza, os quais estão se tornando obrigatórios para seus negócios, principalmente agora devido às novas exigências impostas pelo SPED.

SPED
Está em andamento no País um processo de transição tecnológica nos mecanismos de controles fiscais e financeiros das empresas. A partir da implementação do SPED, o fisco nacional tende a substituir os documentos em papel pelos arquivos digitais e as fiscalizações sazonais pelo monitoramento em tempo real.

Para Meni, o lançamento do Analisador Fiscal e a readequação do portfólio de produtos – que terá como conseqüência a majoração de seus preços - se deve também à implementação do SPED. “O novo Sistema Público de Escrituração Digital impôs muitas mudanças e exigiu investimento alto no desenvolvimento de recursos, na capacitação dos profissionais e reestruturação do leque de produtos para as empresas desenvolvedoras de software para o segmento Contábil”, aponta o presidente.

“Para se adequar a esse novo cenário, as empresas de contabilidade também vêm investindo de forma significativa no treinamento de pessoal, na contratação de empresas de Consultoria especializadas e nos ajustes necessários nos sistemas para atender às obrigatoriedades do SPED”, comenta Meni.  

Segundo pesquisa da Fiscosoft Editora, realizada com 1,1 mil executivos de empresas de médio e grande porte do País, a adoção do SPED gerou aumento nos custos do cumprimento das obrigações tributárias. A esmagadora maioria dos entrevistados, 96,3% deles, afirmaram que os gastos têm sido elevados, sobretudo pela necessidade de implantação de novos sistemas e da contratação de serviços de consultoria externa.

Como conseqüência às exigências do SPED, a Prosoft também teve que ampliar seu escopo de serviços e rever para cima o preço de seus produtos, assim como promover a revisão de seus contratos. “Melhor que proporcionar uma economia inicial de algumas centenas de reais aos nossos clientes, optamos por oferecer a eles novos produtos com recursos eficazes para que eles aumentem seus ganhos, conquistem novos contratos e consigam elevar o nível dos seus serviços prestados”, disse o presidente.

Sobre a Prosoft

Fundada em 1985, a Prosoft provê soluções completas de gestão empresarial baseadas em recursos de TI, processos e tratamento da legislação fiscal, trabalhista e tributária, para empresas contábeis e seus clientes, com presença em todo o território nacional, oferecendo segurança e resultados por meio de recursos avançados, ética e respeito às pessoas e empresas. Atualmente, com uma carteira composta por mais de 30 mil clientes, a companhia tem cerca de 150 mil usuários e recebe o apoio de uma rede de mais de 60 franquias estrategicamente nas maiores cidades brasileiras. Mais informações, acesse ao site: www.prosoft.com.br

mais recentes · mais antigos

® 2007-2011 TIBAHIA.COM - O portal de tecnologia da Bahia. Todos os Direitos Reservados.